[13/05/2022] Nota Pública

O Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG), vem a público externar sua veemente indignação diante do assassinato covarde do promotor delegado da Unidade Especializada de Crime Organizado do Ministério Público do Paraguai, Marcelo Pecci, de 45 anos.

Marcelo Pecci deixa um legado de luta contra o crime organizado, narcotráfico, lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo.

Os Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos  dos Estados e da União, confiando no trabalho das autoridades competentes, clamam pela punição exemplar dos responsáveis pela repugnante conduta criminosa, ao tempo em que renovam seu compromisso em combater o crime organizado.



Brasília, 11 de maio de 2022

                                                                         CONSELHO NACIONAL DOS PROCURADORES-GERAIS
                                                                      DO MINISTÉRIO PÚBLICO DOS ESTADOS E DA UNIÃO-CNPG


Fonte: CNPG